quinta-feira, 9 de julho de 2009

Hoje...

Já não sei mais quem sou, de onde venho e nem pra onde vou. Cheguei ao fundo do poço e não consigo enxergar a luz. Perdi a fé, a esperança e a vontade. Perdi o chão, não sei o rumo e nem o caminho a seguir. Cansei de tudo e de todos. Não vejo mais sentido, não sei mais o que são valores e nem quais valores possuí um dia. Tudo parece tão distante, tão superficial, tão surreal. Confundo amor com dor. Os sonhos viraram pesadelos, o mundo me parece cruel demais e os humanos me parecem monstros. Meus pensamentos não tem mais nexo e tudo a minha volta está girando, girando... mas eu não estou bêbada e nem drogada. Apenas enjoada. E está escuro. Escuto uma voz lá no fundo, bem lá no fundo, quase inaudível, que diz que eu tenho que reagir... mas ela não me explica como e nem diz o por quê, então cheguei a conclusão que não vale a pena. É, definitivamente não vale.
Acho que desisti.

P.S.: é só um desabafo, eu precisava disso.

2 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Déia,

Depois que desabafamos desse jeito, tiramos o peso e nos sentimos mais leve, né? Ah se todo mundo soubesse fazer desabafos...

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Andrea Carolino disse...

Já me senti muitas vezes desse jeito.
E sei que tantas outras vezes sentirei-me assim... perdida.
Nessas horas desabafar é o melhor a ser deito. As palavras e o silêncio são nossos melhores amigos (pelo menos para mim).

Mas uma coisa tenho certeza: um dia tudo se encaixa perfeitamente e o que parecia sem sentido passar a ser a chave crucial para um acontecimento futuro.
Como diz minha mãe: não coloquemos o carro na frente dos bois!

Bjos!